A inflação do mês de janeiro em Viçosa, calculada pelo Departamento de Economia da UFV, foi de 2,44%. O IPC Viçosa acompanha, desde 1985, a evolução dos preços dos bens e serviços pagos pelos consumidores viçosenses. A pesquisa tem como público-alvo uma família de quatro pessoas, com renda entre 1 e 6 salários-mínimos.

No relatório, a equipe do IPC Viçosa explica que a inflação no mês de janeiro em Viçosa é tradicionalmente alta, pois concentra despesas no orçamento das famílias, as quais são, normalmente, reajustadas nesse período, além do impacto referente ao aumento de preços de bens e serviços devido ao reajuste do salário-mínimo.

A tendência de alta dos preços em janeiro de 2018, embora bem menos intensa, foi também verificada pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), levantado pelo
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Tal índice, que é utilizado pelo governo como a medida da inflação oficial do país, foi de 0,32%.

O custo da cesta básica também apresentou, em janeiro, elevação, no município
de Viçosa (2,87%), sendo que em dezembro o mesmo havia aumentado 2,04%.
O comportamento do IPC-Viçosa ao longo dos últimos 12 meses está representado
no gráfico abaixo:

Gráfico IPC Jan 2019

Ainda segundo o IPC Viçosa, em janeiro de 2019 os sete grupos que compõem a pesquisa tiveram as seguintes variações: Transporte e Comunicação (4,97%); Vestuário (4,83%); Habitação (2,29%); Alimentação (2,16%); Artigos de Residência (2,06%); Saúde e Cuidados Pessoais (0,78%); e Educação e Despesas Pessoais (0,04%).