A Fapemig (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais) informou, na última sexta-feira (22), que suspenderá os convênios institucionais Pibic e Bicjr. Algumas medidas foram atribuídas em função da rígida crise fiscal e dano financeiro que o estado vem advindo. A Universidade Federal de viçosa é uma das instituições afetadas pelo acontecimento, visto que disponibiliza determinados programas e projetos.

A fundação informa que; enquanto não houver a correção do fluxo de capital não haverá a publicação de novos Editais de Chamadas Públicas. Além de suspenderem a implementação de novos bolsistas institucionais do PAPG (Mestrado e Doutorado), a Fapemig também interrompe temporariamente a dependência de bolsistas aos programas BIC (Bolsas de Iniciação Científica), e BIC Jr (Iniciação Científica Júnior).

Os Projetos do PPM (Programa de Pesquisador Mineiro) irão embolsar os recursos financeiros pendentes a partir da liberação monetária, e os que não receberam qualquer auxílio terão adiamento.

O sistema Everest, realizará apenas renovações no caso das bolsas de mestrado e doutorado, àquelas que se encontram em execução, com o apoio mantido à Pós-Gradução.

Aguardamos providências a serem realizadas em nome da Ciência, Tecnologia e Inovação e ansiamos pela temporariedade dos fatos.

Por: Laísa Rodrigues de Menezes