Aconteceu, na manhã desta quinta-feira (5), a reunião para o cadastro dos ambulantes no Programa Vendedor Legal. O projeto, criado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, em parceria com o Setor de Fiscalização da Secretaria de Fazenda, tem como objetivo regularizar o trabalho dos profissionais ambulantes que comercializam alimentos em Viçosa. 

O Programa foi apresentado pela chefe do departamento de Desenvolvimento, Ana Cristina de Faria Silva; chefe do departamento de Fiscalização, Layra Santos; a chefe do departamento de Vigilância Sanitária, Wanderleia Santana e pela chefe da Sala Mineira do Empreendedor, Luisa Maffia.  O processo será feito em quatro etapas: a primeira é cadastramento inicial dos ambulantes, que possibilitará que a prefeitura faça um levantamento de informações sobre o local e as atividades de cada ambulante; com os dados levantados será feito os estudos das áreas que podem ser ocupadas e o estabelecimento de regras e normas; depois será feito uma convocação para orientação sobre as etapas de concessão da licença e então, será aberto o período para a regularização de cada ambulante. 

De acordo com a chefe do departamento de Fiscalização, Layra Santos o objetivo é regularizar a situação dos ambulantes respeitando a realidade e as condições já vivenciadas no dia-a-dia. “Nosso objetivo é criar um perfil dos profissionais ambulantes mai efetivo e assim, estabelecer critérios que todos tenham condições e estejam preparados  para cumprir”, explica. 
Para Renato da Silva, que comercializa pastéis há três anos, o programa é uma oportunidade de trabalhar com segurança.  “A gente quer trabalhar honestamente, de acordo com a lei, sem o medo de que alguém possa vim e nos questionar”, afirmou. 

Acesse https://forms.gle/cNwZjR32BVepPtpr7 e preencha, até o dia 20 de setembro, o cadastro inicial dos ambulantes que permitirá o levantamento das informações dos ambulantes.